Make your own free website on Tripod.com

 

CURRICULUM VITAE

Maria de Fátima Botão Salvador Marques

 

1. ELEMENTOS DE IDENTIFICAÇÃO

 

 

          NOME  Maria de Fátima Mendes Vieira Botão Salvador Marques

 

          DATA DE NASCIMENTO    21 de Junho de 1960

 

          NATURALIDADE  Lisboa

 

 

 

 

 

2. HABILITAÇÕES ACADÉMICAS

 

 

·Licenciatura em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, concluida em Julho de  1983, com a média de 15 valores.

 

 ·Curso de Qualificação em Ciências da Educação” pela Universidade  Aberta, concluido em Junho de 1991, com a média de 15 valores.

 

·Mestrado em História Medieval, pela Faculdade de Ciências Sociais e  Humanas da Universidade Nova de Lisboa, concluído em Maio de 1996, com a classificação final de Muito Bom.

 

· Doutoramento em História, pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, concluído em Junho de 2007, com a classificação por unanimidade de Muito Bom, com Distinção e Louvor.

 

 

3. OUTRAS HABILITAÇÕES

 

·Curso de “Utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação em Contexto Educativo”, pela Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Lisboa (Projecto Minerva), no ano de 1993, na área de formação em “Ciências de Educação e Técnicas e Técnologias de Comunicação”, com o registo de acreditação nº 93/3443/ES4293/30-D101/93.

 

 · “Lançamento do Trabalho de Projecto”, “Apresentação do Trabalho de Projecto”, formação em programas informáticos, nomeadamente, “Firs´t Publisher” (níveis 1, 2 e 3), “FirstWord” e “Gem Graph”.

 

·Curso do Programa Socrates-Comenius-Acção 3.2. Enriching the European Dimension in History and Geography: A regional Approach”, Cardiff, 12 - 18 de Julho de 1998.

 

· Certificação do Conselho Científico-Pedagógico de Formação Contínua (com o registo CCPF/RFO-21420/06) para as áreas e domínios de Estudos Sociais, História/História de Portugal, História Económica e Social, Didáctica Específica (História).

 

TRABALHOS PUBLICADOS/APRESENTADOS EM SEMINÁRIOS

 

 

·        “A Política Externa Portuguesa nos Debates Parlamentares” Seminário sobre Política Externa  Portuguesa (org. por José Medeiros Ferreira), Universidade Nova de Lisboa, 1983.

 

·        “A Política Externa Portuguesa nos Debates Parlamentares”, Página de História do Diário de Notícias, 28 de Julho de 1983.

 

·        “Os Concelhos e as Cortes. Santarém, 1331”, Jornadas sobre o Município na Península Ibérica, Santo Tirso, Fevereiro de 1985.

 

·         “Os Concelhos e as Cortes. Santarém, 1331”, "Estudos Medievais", nº 8, Porto, Centro de Estudos Humanísticos da Secretaria de Estado da Cultura/Delegação Regional do Norte, 1987, pp. 45- 53.

 

·        “As Confrarias Medievais da Região de Alcanena (transc. documental da obra de Iria Gonçalves, “As Confrarias Medievais da Região de Alcanena”, Ferreira do Zêzere,  Boletim do Centro de Estudos Históricos e Etnológicos, IV, 1989).

 

·        O Foral de Porches, Faro, Algarve em Foco Editora, 1989.

 

·        "Silves", Atlas de Cidades Medievais Portuguesas, vl. I, organizado por A. H. de Oliveira Marques,  Iria Gonçalves e Amélia Aguiar Andrade, I.N.I.C.,  Lisboa, 1990, pp. 87‑92.

 

·        "Um Percurso através de Silves Medieval, conferência na Câmara Municipal de Silves (org. pela A.E.D.P.H.C.), Novembro de 1991 (texto publicado na página electrónica da A.E.D.P.H.C. de Silves).

 

·        Silves, Capital de um Reino Medievo, (prefácio de A. H. de Oliveira Marques), 1ª e 2ª ed., Silves, Câmara Municipal de Silves, 1992 e1998.

 

·        A Colegiada de Santa Maria de Alcáçova de Santarém, dissertação de tese de mestrado, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas, U.N.L., Maio de 1996.

 

·        “O cabido da Colegiada de Santa Maria de Alcáçova de Santarém (sua estrutura hierarquica e funcional)”, Universidade do Minho, 29 de Junho de 1996.

 

·        “A Emergência da Urbanidade e Mecanismos de Poder no Algarve da Baixa Idade Média”, Universidade do Minho (org. pela Sociedade Portuguesa de Estudos Medievais),11 de Abril de 1997 .

 

·        “A Definição e a Dinâmica dos Limites Internos no Algarve Medieval”, "As Relações de Fronteira no Século de Alcanices (1250-1350)", IV Jornadas Luso-Espanholas de História Medieval, Braga, 27, 28 e 29 de Novembro de 1997, Revista da Faculdade de Letras- História, II Série, vl. XV, Porto, 1998, pp. 743- 751.

 

·        Poder e Influência de uma Igreja Medieval. A Colegiada de Santa Maria de Alcáçova de Santarém, Cascais, Patrimonia, 1998.

 

·        “A freguesia de Santa Maria de Alcáçova de Santarém: A comunidade  eclesiástica”, Colóquio Santarém na Idade Média”,13 e 14 de Março de 1998 - no prelo. (Publicado em Arquipélago, História, 2ª Série, VIII, Ponta Delgada, 2004, pp. 207-219).

 

·        “O Património Local e Regional – Subsídios Para Uma Abordagem Transdisciplinar, Lisboa, D.E.S., 1998 (coordenadora da obra).

 

·        "Particularismos do Regime Senhorial no Algarve Medievo”. Intervenção feita por ocasião do lançamento da obra com o mesmo título, a 26 de Maio de 1999, na Escola EB 2/3 Dr. Joaquim de Magalhães-Faro (publicado na Colecção EstudosReflexões, nº 3, Associação de Professores de História, 1999).

 

·        “O Património Local e Regional – Subsídios para uma Abordagem Transdisciplinar (texto de apresentação e divulgação da obra), Boletim da A.P.H., 1999.

 

·        A Geografia no Pensar e no Sentir de Orlando Ribeiro (coordenadora da obra com Fátima Mendes), Lisboa, D.E.S., 1999.

 

·        Particularismos do Regime Senhorial no Algarve Medievo. Para uma Abordagem Pedagógica da História Local, Colecção Estudos/Reflexões, 3, A P.H., Março, 1999.

             

·        “História Ciência e Didáctica da História. Algumas reflexões”, O Ensino da História, Boletim, III série, nos. 13/14, Lisboa, A P.H., 1999, pp.68-74.

 

·        “O Património Local e Regional” (co-autoria com Fátima Mendes e Sandra Candeias), O Ensino da História, Boletim, III série, nos. 13/14, Lisboa, A P.H., 1999, A. P.H., pp.92-93.

 

·        “Conflitos de vizinhança, de poder e práticas de cidadania, em Silves medieval”, Actas das V Jornadas de Silves, Silves, 30 e 31 de Outubro de 1999, Silves, 2002.

 

·        "A Contribuição das Fortunas Louletanas nas Despesas Públicas do Portugal  Medievo", Revista Al-'ulyã, Arquivo Histórico Municipal, nº 8, Loulé, 2002, pp. 123-146.

      

·        “A História e o Património na Construção Cidadania Democrática”. Intervenção em 24 de Março de 1999, no âmbito de um seminário organizado na E. Secundária Alves Redol (Vila Franca de Xira), sobre Consumo e Cidadania.

 

·        "O Ensino da História, no Futuro (propostas de reflexão)”. Conferência a 27 de Abril de 1999 na Escola Padre Jerónimo de Andrade (Angra do Heroísmo).

 

·        ."A paisagem urbana de Loulé nos finais da Idade Média", Actas do III Congresso Histórico de Guimarães, D. Manuel e a sua época, Guimarães, Câmara Municipal, 2004, pp. 145-165.

 

·        A aplicação dos dinheiros públicos municipais na Idade Média: o exemplo de Loulé. Conferência a 27 de Fevereiro de 2002  na Câmara Municipal de Loulé (no prelo).

 

·        ."Algumas considerações sobre conflitos e práticas de cidadania, em Silves medieval", Os reinos ibéricos na Idade Média, Livro de homenagem ao Professor Doutor Humberto Carlos Baquero Moreno, coord. de Luís Adão da Fonseca, Luís Carlos Amaral e Maria Fernanada Santos, vol. III, Porto, Civilização Editora, 2003, pp. 1027-1034.

 

·        " Formação e consolidação de fronteiras no Algarve Medieval", "As Fronteiras do Homem" (texto de abertura do Congresso) , Actas das VI Jornadas de Silves, Silves, AEDPHCS, 2002.

 

·        "As vozes da pedra: ecos da vida através da morte", prefácio da obra de João Vasco Reys, As vozes da pedra, tumulária e armaria da Sé Velha de Silves, Câmara Municipal de Silves, Mem Martins, 2002, pp. 11-13.

 

·        "As fontes contabilísticas na retratação de um espaço em movimento". Actas das Jornadas de História "Paisagens Rurais e Urbanas",  FCSH da UNL, 2005.

 

·        O Foral de Loulé. 1504. D. Manuel, Loulé, Caleidoscópio/ Câmara Municipal de Loulé, 2005.

 

·        O livro do Almoxarifado de Silves do século XVI, apresentação da obra pubª pela AEDPHCS, Silves, 13 de Outubro de 2007.

 

 

6. CURRICULUM  PROFISSIONAL

 

 

a)  1982 a 1987 - Participação em projectos de investigação:

Colaborou em vários projectos de investigação (designadamente para o Museu de Santa Maria da Vitória da Batalha, Freguesia de Santo André de Lever, Universidade de Columbia (E.U.A.), Fundação Calouste Gulbenkian, Alfândega de Lisboa, tendo nesse âmbito, trabalhado sob orientatação da Professora Doutora Iria Gonçalves, Professor Doutor Yusef Yerushami, Professora Doutora Maria José Ferro Tavares, Professor Doutor Professor Doutor Silva Dias, Dr. João Cordeiro Pereira).

 

 

b) 1986/95- Funções técnico- pedagógicas em actividades lectivas:

 

 ·Exerceu funções de directora de turma, ao longo de quase todo o seu percurso de leccionação, a saber, nos anos lectivos de 1986/87, 87/88, 89/90, 91/92, 92/93, 93/94, 94/95.

             

              ·Exerceu o cargo de delegada de grupo, na Escola dos 2º/3º Ciclos de Venda do Pinheiro, entre 1994 e 1996 (conforme consta do respectivo processo biográfico).

 

              · Foi membro do Conselho Pedagógico na Escola dos 2º/3º Ciclos de Venda do Pinheiro, entre 1994 e 1996.

 

c) 1995/1999- Funções técnico-pedagógicas no Departamento do Ensino Secundário do Ministério da Educação:

 

1995/96- Foi co-responsável pela organização da estrutura da produção de provas de exame, acções de formação de autores e colaboradores externos, bem como o acompanhamento de equipas de produção e de todo o processo subjacente à realização dos Exames Finais Nacionais do Ensino Secundário (tratamento do suporte logístico relacionado com a prestação de serviços dos colaboradores, concepção de instrumentos de trabalho de planeamento, registo e controlo das fases do processo de produção das provas de exame e produtos intermédios): gestão directa do processo de produção das provas de exame, baseada no acompanhamento regular e sistemático dos colaboradores externos; recrutamento e selecção de novos colaboradores externos; redacção, organização e tratamento dos dados necessários para o estabelecimento dos acordos com os colaboradores externos; definição e concepção de procedimentos metodológicos e de instrumentos de verificação da qualidade das matrizes e provas de exame. Apoio na concepção e organização de encontros e acções de formação promovidas pelo D.E.S. Foi responsável pela organização do encontro realizado em Lisboa e no Porto entre auditores e coordenadores sob o tema "A Construção da Prova de Exame- aperfeiçoamento das técnicas e metodologias no campo da avaliação", a fim de serem aferidos critérios uniformes de avaliação entre os antigos e os então recentes currículos. Foi igualmente responsável pela informatização do inventário das provas que permitiu o acesso às existências em cofre e a servir os circuitos coordenador- auditor -revisor linguístico.

 

1996/97 -

1. Foi responsável pelo acompanhamento de algumas disciplinas e áreas curriculares do Ensino Secundário:

1.1.Acompanhamento regular e sistemático das questões ligadas às àreas curriculares transferidas de técnicos do Núcleo do Ensino Secundário do Porto para o mesmo núcleo, em Lisboa, (numa primeira fase, História, Filosofia, Cursos Técnológicos de Comunicação, Administração e Animação Social e respectivas disciplinas e ainda Geografia, Biologia, Educação Física, Psicologia, Desenvolvimento Pessoal e Social e Área- Escola; numa segunda fase do acompanhamento das disciplinas de História, Filosofia, Psicologia, Psicossociologia- Animação Social).

1.2. Desenvolveu um trabalho de registo e controlo de inquéritos a escolas e outros organismos sobre Programas do Ensino Secundário e implementação e reestruturação de Orientações de Gestão de Programas, planeamento e execução das respostas relativamente a todas as disciplinas pelas quais se responsabilizou, procedendo posteriornte a uma fase de tratamento de dados e passagem de testemunho a novos técnicos que então integraram o Departamento do Ensino Secundário, em Lisboa.

1.3. Projectou a conversão da Área – Escola e do Desenvolvimento Pessoal e Social, áreas de implementação frustada, nos níveis terminais da escolaridade, numa Área de Projecto.

 

2. Outras actividades:

Passou a integrar, como representante do Departamento do Ensino Secundário, dois projectos inter-institucionais, a saber, "Florestas em Movimento" (no âmbito da Educação Ambiental) e "Educação para a Cidadania Democrática" (Secretaria de Estado da Educação e Inovação).

 

1997/98 -

1. Enquanto responsável pela disciplina de História:

1.1. Trabalhou na concepção e acompanhamento da reestruturação de novas Orientações de Gestão de História (tendo em vista a exequibilidade do Programa e avalorização de alguns conteúdos relativos à História de Portugal).

1.2. Realizou análises, projecções e propostas, no âmbito da Revisão Participada do Currículo, para o reajustamento do Programa de História e do respectivo enquadramento na estrutura curricular.

1.3.Após uma análise aturada das necessidades subjacentes à didáctica da disciplina, desenvolveu contactos e formação na área, a fim de aferir sobre a pertinência de projectos que potencializassem as vertentes pragmáticas e transversais da disciplina no enquadramento curricular, a partir, nomeadamente, da promoção de materiais curriculares que apoiassem o Trabalho de Projecto e o envolvimento do aluno com o seu espaço integrador. Obteve a aprovação superior da produção de uma obra, a divulgar pelas escolas "O Património Local e Regional- Subsídios para uma Abordagem Transdisciplinar".

 

2. Outras actividades:

Desempenhou, paralelamente, outras funções como representante do Departamento do Ensino Secundário, nomeadamente como membro (designado por Procº 10.1/96.48, do Gabinete da Secretaria de Estado da Educação e Inovação) na Comissão para a Educação Rodoviária.

 

1998/99- Deu continuidade às actividades referidas como responsável pelo acompanhamento da disciplina de História do Ensino Secundário, assegurando a articulação com projectos inter-institucionais e continuando, do mesmo modo, a integrar a equipa de reflexão e desenvolvimento da “Área de Projecto” para o Ensino Secundário:

 

 * Com os mesmos objectivos que têm norteado o trabalho supramencionado, e sempre na perspectiva de potencializar as características do Programa de História, coordenou, em colaboração com Fátima Mendes Costa e Sandra Ramos (técnicas responsáveis pelo ensino da Geografia, e do Português ), a obra “O Património Local e Regional - Subsídios Para um Trabalho Transdisciplinar

 

 * Foi designada representante, desde Julho de 1998, do Departamento do Ensino Secundário, para coordenação de um projecto, em parceria com o Ministério da Administração Interna, intitulado ”Pensar a Cidade e o Território”, no âmbito do qual deu duas acções de formação, destinadas a professores de escolas do Ensino Secundário da DREN e da DREC: em 3 e 4 de Dezembro de 1998, nas respectivas Direcções Regionais.       

 

* Foi designada membro representante do D.E.S. do grupo de trabalho EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA DEMOCRÁTICA, presidido pelo Professor Doutor Augusto Santos Silva (Secretaria de Estado do M.E e Instituto de Inovação e Educação)..

 

* Foi designada, em Janeiro de 1999, membro representante do D.E.S., do Secretariado Coordenador dos Programas de Educação Multicultural – ENTRECULTURAS (presidida pelo Padre Vítor Feitor Pinto)..

 

 d) Entre Setembro de 1999 e Setembro de 2002 desenvolveu a sua tese de doutoramento, no âmbito de uma bolsa que lhe foi atribuída pelo Ministério da Educação.

 

e) Entre Setembro de 2002 e Agosto de 2004 exerceu, como docente requisitada, funções técnico-pedagógicas na Direcção Geral do Ensino Superior, tendo-lhe sido atribuídas serviços referentes à Formação de Professores (em resultado do processo de alteração de competências das tutelas ministeriais, com a entrada em exercício do XVI governo constitucional), habilitações para a Docência, casuística realcionada com o ensino universitário público e particular e cooperativo, análise de currículos e propostas para apreciação e aprovação de cursos.

 

f) Em Julho de 2006, leccionou uma unidade de formação para creditação na Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve, intitulada “A construção do espaço na Idade Média”.

 

· É professora efectiva, do quadro de nomeação definitiva, no Agrupamento de Escolas Algueirão-Mem Martins, com habilitação profissional para os ensinos  Básico e Secundário. Exerce actualmente funções de Coordenadora do Departamento Técnico Pedagógico deste Agrupamento.

 

 

 

7. OUTRAS ACTIVIDADES

 

·É membro do Centro de Estudos Históricos da Universidade Nova de Lisboa.

 

·É  membro da Sociedade Portuguesa de Estudos Medievais, e da Associação de Estudos Económicos e Sociais.

 

·É  membro da Associação Portuguesa de História Económica e Social.

 

·É investigadora da Fundação para a Ciência e Tecnologia.

 

·A convite da Direcção do Departamento de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Autónoma de Lisboa, deu a sua colaboração na cadeira de “Teoria da Fontes” (solicitada a partilhar a sua experiência na utilização de recursos documentais para a produção e didáctica da História).

 

· Integra um projecto no âmbito da Fundação do Ministério da Ciencia e Tecnologia e Centro de Estudos Históricos, sobre Paisagens Rurais e Urbanas no Portugal Medievo.